PELC: Eunápolis lança programa gratuito de esporte e lazer

ESPORTE

1 de Março de 2018

Funcionando desde o mês de janeiro em Eunápolis, o Programa de Esporte e Lazer nas Cidades – PELC, que oferece gratuitamente atividades de lazer e esporte recreativo, terá seu lançamento oficial no dia 16/03, às 14h, no Ginásio de Esportes ACM, no bairro Centauro.

Fruto do programa federal do Ministério do Esporte e ofertado por meio da Superintendência dos Desportos da Bahia, a implantação do PELC em Eunápolis contou com a articulação do deputado federal Davidson Magalhães e a parceria da Prefeitura de Eunápolis, que cedeu as instalações, limpeza e segurança dos locais das oficinas, além do transporte dos alunos das escolas parceiras do projeto.

Segundo o coordenador do PELC/Eunápolis, Washington Bahia, o município dispõe de três núcleos, sendo dois no bairro Centauro (Ginásio de Esportes ACM e APAE) e um no Dinah Borges (Quadra Esportiva do Dinah Borges), ofertando atualmente seis diferentes oficinas. “Contamos hoje com aulas de futsal, handebol, vôlei, ginástica aeróbica, capoeira e oficina de leitura e jogos lúdicos, como dominó e xadrez”, explanou Bahia.

PELC Eunápolis – Voltado ao eunapolitano em todas as faixas etárias e priorizando a população em situação de vulnerabilidade social, o programa, que terá duração de dois anos e visa beneficiar cerca de 400 pessoas, tem o intuito de proporcionar a prática de atividades físicas, culturais e de lazer, estimulando a convivência social e a formação de lideranças comunitárias. As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas no Ginásio de Esportes ACM, de segunda à sexta-feira, das 08h às 11h.

Para o superintendente de Esportes, Tiago Moura, a implantação de programas voltados à prática e incentivo ao esporte são de grande significância para Eunápolis. “Apesar de ser voltado a todas as faixas etárias, o grande público do programa são os alunos das escolas municipais, e por isso o prefeito Baiôco entende que o PELC se configura em um instrumento de transformação para o futuro das nossas crianças e jovens, que crescem com atividades esportivas extra classe, afastando-se das drogas e da violência”, concluiu o superintendente.