Eunápolis: ‘Dia D’ da vacinação contra gripe ocorre neste sábado, 20 de maio

Notícias Saúde

17 de maio de 2017

Com o objetivo de vacinar 90% da população local considerada de risco para complicações por gripe, a Prefeitura de Eunápolis, por meio da secretaria municipal de Saúde, realiza o “Dia D” da vacina contra Influenza. No próximo sábado (20/05) todas as Unidades Básicas de Saúde estarão fazendo a imunização. Exceto Cajueiro, Maravilha e Gabiarra. Essas três UBS’s vão continuar vacinando rotineiramente de segunda a sexta-feira.

O público-alvo da campanha é formado por pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), trabalhadores de saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

Portadores de doenças crônicas não transmissíveis, que inclui pessoas com deficiências específicas, também devem se vacinar.

PROFESSORES

A partir desta edição da campanha, professores das redes pública e privada passam a fazer parte do público-alvo. “Pela primeira vez, o Brasil está vacinando os professores contra a influenza. São profissionais que têm contato com dezenas de alunos diariamente, ficando expostos à contaminação”, ressalta a secretária de Saúde, Stela Souza.

A superintendente de Vigilância em Saúde, responsável pelo programa de imunização, Kelly Rebouças, fez um alerta à população para que procure uma Unidade Básica de Saúde. “É importante que todos os grupos definidos busquem esta proteção dentro do prazo preconizado pelo Ministério da Saúde. É preciso que todos estejam devidamente protegidos antes do inverno chegar, já que a vacina precisa de 15 dias para garantir o efeito”, observa.

OCORRÊNCIAS

O último boletim do Ministério da Saúde aponta que, até 6 de maio, foram registrados 605 casos de influenza em todo o País. Do total, 30 foram por gripe A (H1N1). Oito pessoas morreram em decorrência da doença. Em relação ao vírus Influenza A (H3N2), foram registrados 398 casos e 52 mortes. Houve ainda 111 casos e 30 óbitos por influenza B. Os outros 66 casos e 9 óbitos foram por influenza A não subtipada.